Gizoca

Nome: Gisele Pottker Isaia
Idade: 27 anos
Marca: Gizoca
Local: Florianópolis / Santa Catarina

"Crafter" como hobbie ou profissão?
Um dia foi só hobbie, mas hoje, além de hobbie, é profissão também! Impossível fazer uma peça, qualquer que seja, só pelo lado profissional de costurar... Impossível não depositar amor, dedicação e carinho em cada tecido, botão, rendinha... em cada pontinho feito a mão ou a máquina.

Descreva o seu universo craft:
Meu universo craft é muito colorido! Adoro cores, sejam elas nos tecidos, nos botões, nas fitinhas e rendinhas, nas linhas, nos feltros, nas revistas e na web, nas fotos e recadinhos que mantenho no meu ateliê. Além disso, meu universo craft é uma bela bagunça organizada. Sim, isso existe, e eu explico: impossível manter os tecidos milimetricamente empilhados... mas eles estão organizados por tipo e por cores; agenda... item imprescindível para manter as encomendas e atividades em dia, mas confesso que só quem a decifra sou eu mesma!; computador, emails, planilhas, flickr, site... muita coisa para atualizar ao mesmo tempo me deixa meio perdida... mas não vivo sem esses recursos!
.

E foi assim que tudo começou:
Era uma vez uma pequenina de 5 anos que passava os dias vendo sua mãe costurar. Em uma bela manhã de domingo acordou mais cedo do que todos e decidiu que era o dia de aprender a costurar sozinha. O fim da história? Um dedinho costurado... E o choro preso até a mãe vir “descosturá-la” da máquina.
Mas essa história não virou trauma! Passados 9 anos desse episódio, comecei a cursar 6 meses de Corte e Costura na Escola Profissional de Florianópolis. Mas, definitivamente não eram roupas o que eu mais gostava de costurar.
Com 18 anos comecei a cursar Design Gráfico na Universidade do Estado de Santa Catarina. Passei quase 6 anos estudando e trabalhando como designer no Tribunal de Justiça de Santa Catarina.
A Gizoca só foi nascer em 2007, bem discreta. Tomou forma, com site, identidade visual e linha de produtos, só em 2009. Hoje a Gizoca cresce mês a mês baseada em organização, aprendizado constante, identidade visual definida e personalidade no atendimento e nos produtos criados.

Como a sua marca surgiu?
A marca Gizoca foi criada no começo de 2009. Antes disso eu assinava meus produtos e Flickr como Gi Pottker, mas sempre achei o “Gi Pottker” um pouco rebuscado na pronúncia. Por isso passei meses pensando em um outro nome e na coragem para me reapresentar diferente.
Gizoca era como minha mãe me chamava quando criança. E pegou! Hoje os mais próximos me chamam de Gi ou de Zoca. Já os amigos me chamam só de Gi. E quando me chamam de Gisele? Daí eu acho que estão brigando comigo... rs!
O desenho da marca e toda a identidade visual foram criados por mim. Sempre mudo alguma coisinha, melhoro o site, crio uma peça nova para aplicar a marca... coisas de designer!

Quais são suas fontes de inspiração?
Gosto muito de passear pela web e apreciar as criações das crafters brasileiras, asiáticas, americanas e européias. Que ânimo eu ganho quando vejo tantas mulheres espalhadas pelo mundo costurando, bordando, pintando, desenhando e modelando.
Outro prazer são as revistas japonesas e americanas, assim como os sites desses lugares e do Brasil.
Mas nada, nada mesmo, supera uma loja de tecidos... Basta colocar os olhos em um determinado tecido que já me vem alguma ideia na cabeça!

Conte sobre os materiais e as cores que mais te encantam:
Gosto muito de trabalhar com tecidos e misturá-los com feltro, rendinhas, fitinhas, botões e costuras decorativas. Nas cores eu tenho uma “quedinha” por tons de roxo, verde e rosa!

Quais suas preferências ao criar?
Não gosto de muito barulho ou de som alto, mas ultimamente tenho mantido a TV ligada o dia todo para não ficar no silêncio absoluto e me sentir muito sozinha. Quando dá vontade de ouvir uma música, ela toca umas três vezes seguidas... coisa de doido!
Não tenho um dia ou hora predeterminados para sentar e desenvolver algum produto novo, por exemplo. Quando a idéia me surge, geralmente faço um rabisco rápido e mais tarde penso em como executá-la e se tem algum “futuro” de comercialização.

Você trabalha sozinha ou possui uma equipe? Conte um pouco como é sua rotina de trabalho:
A Gizoca tem uma administradora, uma crafter, uma “office girl” e uma web-faz-tudo... e todas elas sou eu mesma... rs! Mas recebo grande ajuda do meu marido (especialmente com as idas e vindas aos Correios e lojas), da minha mãe e do meu pai. Cada um deles ajuda de um jeito único e especial, mesmo, algumas vezes, sem eles perceberem.
A rotina por aqui é corrida. Como eu mesma faço tudo, preciso me organizar com atividades x tempo, e a agenda ajuda muito! Geralmente começo respondendo emails e atualizando as mídias eletrônicas, e depois o tempo é dedicado à produção das peças. Sempre dou umas paradinhas para mexer em alguma coisa da casa, atender telefonemas e sair às compras de materiais e aos Correios. Nos finais de semana gosto de ficar “offline” e fazer atividades que durante a semana não consigo.

Ao caminhar, quais são seus projetos e ideais?
Daqui para frente pretendo continuar fazendo a Gizoca crescer e ser reconhecida pelo padrão de qualidade das peças produzidas à mão e pelo atendimento pessoal aos clientes.
Uma das metas era participar de um evento onde pudesse ter contato direto com clientes. Em Agosto o objetivo será alcançado no Festival de Artesanato Algodão Doce! De acordo com o resultado desse evento irei avaliar a possibilidade de levar a Gizoca para outros eventos da área.
Outro grande projeto é formalizar a Gizoca, com CNPJ e tudo mais!

Sua sugestão para quem está iniciando:
Uma pitada de criatividade, uma boa colher de capricho e um xícara bem cheia de amor sempre formam a mistura perfeita para uma fornada de produtos graciosos e únicos. Aprecie isso sem moderação!

Uma dica(s) sua de artesanato:
Seja amiga íntima do ferro de passar! Passe bem a área do tecido onde vai correr a tesoura, passe as dobras costuradas, passe o tecido sobre a fibra, passe o tecido depois de pregar algum botão, passe muito, muito, muito bem a peça depois de pronta. Uma costura bem feita ou um belo tecido são aniquilados por uma peça mal passada.
Outra dica de ouro para quem vende pela web: capriche muito na foto do produto; valorize o melhor ângulo da peça; aproveite a luz do dia e não use flash; crie um ambiente limpo e sem muitos detalhes desnecessários que podem desviar o olhar do cliente; e, regule sua câmera para que a peça fotografada saia bem focada.

Na sua opinião, qual o diferencial do artesanato do seu país com o artesanato de outras partes do mundo?
Acredito que o maior diferencial brasileiro é a diversidade de materiais que temos a nossa disposição. E com isso temos os mais diversos tipos de artesanato sendo desenvolvidos: das rendas produzidas de modo artesanal aos tecidos feitos em larga escala, por exemplo. Por aqui tem espaço para todos os artesãos, ou crafters, como preferirem!


Se você fosse um aviamento, qual seria?
Eu gostaria de ser um tecido bem bonito, daqueles encorpados, com a trama bem fechada, com uma cor vibrante e uma estampa floral!
.

Uma pequena lição de vida:
“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia Nele, e Ele o fará.”
Salmos 37.5


Como a internet influencia o seu trabalho?
A Gizoca gira em torno da internet. É por ela que a maior parte das vendas e dos contatos são realizados. Ter uma loja acessível nas 24 horas do dia é um luxo! Nela a pessoa acessa o que quiser e na hora que precisar. Além disso, tem tempo para pensar na compra sem a pressão de um vendedor inconveniente ou de uma loja que vai fechar pela hora.
Mas precisamos ter cuidado para não nos tornarmos reféns dela. Temos que nos lembrar constantemente de que ela é apenas uma ferramenta e não é mais importante do que a nossa criatividade.

Qual o endereço do seu blog?

www.gizoca.com

11 comentários:

Carol Zabisky - Atelier Mãos de Maria disse...

Que delícia! Adorei conhecer seu trabalho e um pouquinho mais de vc!
PS: vc é linda =] e fiquei com dózinha do seu dedinho costurado na máquina... beijossssss

e mais uma vez, aprabéns

Déia Artes disse...

Olá meninas!!!
Como sempre trazendo pessoas super especiais para serem entrevistadas!!!
Amei conhecer a Gi e seus trabalhos!!!

Shay Salles Ateliê disse...

o trabalho da gisoca é lindo, ja conhecia...parabens\! amei

Quiane disse...

Gi obrigada pela entrevista, sua hostória é linda!!
bjus
Quiane

MÁRCIA MARINHO disse...

Linda como pessoa e como profissional.
Beijos e parabéns para vocês e para a Gi...♥

Jud disse...

Olá,
adorei a entrevista, em todas aprendo um pouco mais.
Parabens!
Judite/jud-artes

Taís Marçal Diniz disse...

Que linda entrevista e que blog maravilhoso!
Adorei!
Já estou seguindo, claro...beijocas!
Sejam bem vindas ao meu!
http://myblogsaborear.blogspot.com/

CORES DA TERRA disse...

Lindos trabalhos, com mt bom gosto!

Óptima idéia a vossa de dar a conhecer os artesãos deste modo!!
Bjs

Júlia

Cris disse...

Conheço o trabalho da Gisele de pertinho e ela é muito caprichosa. Faz trabalhos lindos e muito criativos. Qualquer hora faço mais uma encomenda. Parabéns. Beijocas.

Beka&Yel disse...

Muito lindo tudo por qui bjos.
http://becaeyel.blogspot.com/

Camila Schone disse...

Me emocionei com o post! :) muito lindo..

add